Pagando pela experiência: As Tartarugas Ninja 4DX

Qual o melhor programa para um domingo à noite?

Que tal uma sessão de cinema em uma das salas que proporciona níveis de interação absurdos com o filme, ah e o tal filme “As Tartarugas Ninja”? Pode não ser a escolha de todo mundo, mas vai por mim, vale a pena e garante boas risadas!

Fonte: Divulgação

A programação do meu domingo foi exatamente esta. Confesso que no começo estava meio relutante sobre o filme, tolinha. Li algumas críticas por aí que o classificamcomor “problemático, com roteiro fraco e com uma atriz sem atuação marcante”. De antemão, para deixar claro nas próximas postagens também, meu conhecimento técnico sobre cinema é: nada! Logo, faço parte da massa consumidora. E sim, gostei muito do filme! Dei risada do começo ao final e mergulhei nos esgotos de Nova York junto com Leonardo, Raphael, Donatello e Michelangelo.
Claro que muito disso se deu graças à experiência junto ao cinema. Nunca havia ido à sala 4DX do Cinépolis do shopping Pátio Batel, aqui em Curitiba. As cadeiras são sincronizadas junto ao filme, então se movimentam de acordo com as cenas, tremem, fora os outros efeitos, vapor d’água, uns jatos de ar comprimido. Coisa de parque de diversão! O lado ruim? Custa a bagatela de R$55,00 (inteira) no final de semana. Eu sei pega sua carteirinha de estudante, segura minha mão e chora comigo.
Fora essa facada, tudo mais valeu a pena. A cena de ação na montanha é ótima. A qualidade gráfica dos personagens é impressionante. E ao longo do filme você realmente sente o ar de família entre os personagens, tanto entre as ~tartarugas adolescentes mutantes ninja~ quanto delas com o mestre Splinter, a cena do elevador não me deixa mentir!



Saí de lá querendo rever os filmes de 90, nostalgia pura!


Share this:

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário